Acesso Rápido

Alfredo Vaz de Morais

ENG. ALFREDO VAZ DE MORAIS (14.04.1976 - 30.12.1976)

Alfredo Vaz de Morais, engenheiro civil, nasceu na freguesia e concelho de Alvaiázere, no dia 16 de Outubro de 1932, filho de Serafim Ferreira de Morais e de Maria Luísa Vaz, e irmão de Fausto Vaz de Morais, advogado, e de António Vaz de Morais, médico.

 

Chegou a Pombal na década de 60, tendo leccionado na Escola Industrial e Comercial de Pombal. Mais tarde abriu o seu gabinete de projectos onde exerceu durante mais de 30 anos a sua profissão de engenheiro civil.

 

Durante a sua vida esteve ligado a diversas colectividades e instituições culturais, desportivas e de solidariedade de Pombal e de Alvaiázere, tendo sido fundador do Grupo Desportivo Alvaiazerense do qual foi presidente, treinador e director técnico.

 

Foi candidato à presidência da Câmara Municipal de Pombal pelo Partido Social Democrático na década de 80.

 

Por ter sido investido nas funções de vogal da Comissão Administrativa da Câmara de Pombal, deixou de prestar serviço como consultor técnico da Câmara, a partir do dia 18 de Junho de 1974.

 

Era perito distrital do Ministério da Finanças e membro de Avaliação da Repartição de Finanças de Pombal. Era igualmente perito do Tribunal Judicial de Pombal.

 

Foi Director do Jornal local Voz do Arunca.

 

Foi Vice-Predidente da Câmara Municipal de Alvaiázere.

 

Por sua proposta apresentada em reunião camarária de 9 de Julho de 1974, e aprovada por unanimidade, foi designado atribuir um novo topónimo ao Largo Goa, Damão e Diu, passando a designar-se Largo 25 de Abril.

 

Faleceu em Pombal, no dia 2 de Março de 1999[1].

 

 

 


[1]Fernanda Pinto, Vereações da Câmara de Pombal : Decisões | Influências, 1927-1974, Câmara Municipal de Pombal, Pombal, 2017.

AlfredoVazMorais

Pombal Digital

A sua opinião conta!

Envie as suas sugestões, reclamações, ideias, projetos. Entraremos em contacto consigo o mais rápido possível.

Enviar
X