Acesso Rápido

Concursos de artesanato e ilustração alusivos à vida e obra do Marquês

Concursos de artesanato e ilustração alusivos à vida e obra do Marquês

No âmbito das comemorações dos 250 anos de concessão do título de Marquês de Pombal a Sebastião José de Carvalho e Melo, o Município de Pombal, através do Museu Marquês de Pombal, está a promover dois concursos, de artesanato e ilustração, alusivos ao estadista.

O concurso de artesanato é aberto a todos os artesãos de nacionalidade portuguesa, com carta de artesão ou unidade produtiva artesanal válida, mediante inscrição em formulário específico até 15 de novembro. Cada participante pode concorrer com um único trabalho, que deve ser inédito e original.

Já o concurso de ilustração é destinado a todas as crianças e jovens a frequentar os estabelecimentos de ensino do concelho de Pombal, sendo integrados na categoria correspondente ao nível de ensino em que se encontram (1º ciclo, 2º ciclo, 3º ciclo, ensino secundário/ profissional).

Ambos os concursos têm como finalidade assinalar os 250 anos da atribuição do título de 1º Marquês de Pombal; assinalar aspetos relevantes da vida e obra de Sebastião José de Carvalho e Melo; promover a criatividade dos artesãos e das crianças e jovens; reunir um conjunto de propostas originais, de artesanato e de ilustração, subordinadas ao tema a concurso.

No concurso de artesanato, poderão concorrer todos os artesãos de nacionalidade portuguesa, com carta de artesão ou unidade produtiva artesanal válida, mediante inscrição em formulário próprio até 15 de novembro. Cada participante pode concorrer com um único trabalho, que deve ser inédito e original.

Quanto ao concurso de ilustração, o concurso é individual e cada participante pode concorrer com um único trabalho, devendo os trabalhos serem inéditos e originais, sendo excluídos trabalhos já publicados. O processo criativo pode ser executado em contexto de sala de aula ou extracurricular, podendo ser utilizada qualquer técnica de desenho, pintura ou colagem, sendo livres de utilizar quaisquer materiais na elaboração dos trabalhos (lápis de grafite, lápis de cor, canetas de gel ou caligráficas, pastel seco e/ou pastel de óleo, aguarelas, tinta-da-china, guaches, etc).

 

 

Os trabalhos a concurso serão avaliados por um júri. No caso do artesanato será constituído por um representante do Município de Pombal; um representante do Instituto de Emprego e Formação Profissional; um representante do Centro de Formação Profissional de Artesanato (Cearte), um historiador ou historiador de arte, e um designer. No caso da ilustração será composto pela designer Cristina Sousa e pelo ilustrador Rui Pedro Lourenço.

Haverá prémios pecuniários para os três melhores trabalhos. No concurso de artesanato os prémios são no valor de 750, 500 e 250 euros, respetivamente, enquanto no concurso de ilustração será atribuído o prémio de 50 euros para o melhor trabalho de cada categoria.

Todos os trabalhos apresentados a concurso serão divulgados e apresentados à comunidade nos canais de comunicação do Município de Pombal, e os distinguidos com prémios ou menção honrosa, exibidos numa exposição coletiva a realizar no Museu de Arte Popular Portuguesa, a inaugurar durante o mês de dezembro.



A sua opinião conta!

Envie as suas sugestões, reclamações, ideias, projetos. Entraremos em contacto consigo o mais rápido possível.

Enviar
X