Acesso Rápido

Pombal em destaque no Eco-Freguesias XXI com 12 bandeiras verdes

Pombal em destaque no Eco-Freguesias XXI com 12 bandeiras verdes

 

O concelho de Pombal esteve em destaque na terceira edição do galardão Eco-Freguesias XXI, tendo apresentado a totalidade das suas freguesias a concurso. Das 12 freguesias distinguidas, as freguesias de Pombal, Louriçal e União de Freguesias de Guia, Ilha e Mata Mourisca receberam a distinção de ouro, com a de Pombal a ficar em 3º lugar a nível nacional, ex-aequo com Caldelas, no concelho de Guimarães.

A cerimónia de entrega de galardões, promovida pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) com o apoio do Município de Pombal, que decorreu a 21 de junho no Teatro-Cine de Pombal, contou com a presença do Secretário de Estado da Descentralização e Administração Local, Jorge Botelho. O Ministro do Ambiente e Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, encerrou a sessão através de videoconferência.

Das 12 freguesias do concelho de Pombal galardoadas, três receberam distinção de ouro (Pombal, Louriçal e União de Freguesias de Guia, Ilha e Mata Mourisca), sete receberam distinção de prata (Carriço, Pelariga, Almagreira, Meirinhas, Vermoil, Redinha e Vila Cã) e duas receberam distinção de bronze (Abiul e União de Freguesias de Santiago e São Simão de Litém e Albergaria dos Doze).

A Freguesia de Pelariga recebeu ainda a distinção de Eco-Funcionários, um questionário online que integra a candidatura a Eco-Freguesias XXI preenchido por todos os funcionários e colaboradores da junta de freguesia (incluindo o executivo e voluntários). Constitui uma estratégia de sensibilização e (in)formação para a temática da sustentabilidade, dos mais diretamente envolvidos no processo.

De referir que a Freguesia de Carnide submeteu candidatura ao Eco-Freguesias XXI, mas acabaria por não atingir os objetivos mínimos para ser integrada na lista das 93 freguesias portuguesas galardoadas com a Bandeira Verde XXI.

No ranking nacional das melhores pontuações por indicadores, no indicador Educação para a Sustentabilidade (objetivo: incentivar a promoção de ações de capacitação e educação para a sustentabilidade, quer junto dos colaboradores da Junta quer na população), a Freguesia de Pombal alcançou a quinta posição. Já no indicador Mobilidade e Transportes (objetivo: promover condições de acessibilidade e mobilidade mais equilibrada, inclusiva e sustentável indo ao encontro das necessidades da população) encontram-se as freguesias de Louriçal, Carriço, Pelariga e União de Freguesias de Guia, Ilha e Mata Mourisca).

No indicador Serviços de Proximidade (objetivo: servir a população proporcionando serviços que contribuem para o incremento da sua qualidade de vida) destacaram-se as freguesias de Almagreira, Carriço, Louriçal e Pombal. Quanto ao indicador Desenvolvimento Sociocultural (objetivo: dinamizar a freguesia através da oferta de atividades de caracter cultural, recreativo, desportivo e outras visando o fortalecimento da dinâmica associativa e o desenvolvimento social) alcançaram destaque as freguesias de Louriçal, Pombal e Pelariga. Também no indicador Promoção do Desenvolvimento (objetivo: promover o desenvolvimento do território e a criação de emprego pautando-se pela equidade social) destacaram-se as freguesias de Pombal e Louriçal.

O galardão Eco-Freguesias tem como finalidade incrementar a sustentabilidade local valorizando os processos de cidadania participativa e reconhecendo as freguesias que melhor qualidade de vida oferecem aos seus habitantes.

De entre outros, tem como objetivos motivar os atores locais em geral e os dirigentes das Juntas de freguesias em particular, para a importância do seu papel como agentes do desenvolvimento sustentável à escala local; envolver as freguesias no apoio à implementação de programas de Educação Ambiental/ para o Desenvolvimento Sustentável sensibilizando para a importância da parceria com os projetos escolares no âmbito da implementação da Agenda 21 Local; reconhecer as iniciativas/ práticas/ políticas em desenvolvimento na freguesia em prol do ambiente/desenvolvimento sustentável; valorizar os processos de cidadania participativa; e contribuir para o aparecimento das Agendas 21 Locais, para o envolvimento de diversas entidades na sua implementação e para o cumprimento dos seus objetivos.

 

Pombal, 24 de junho de 2021



X