Acesso Rápido

Diogo Mateus apela ao Governo para apoiar continuidade do projeto P.A.R.A.

Diogo Mateus apela ao Governo para apoiar continuidade do projeto P.A.R.A.

O Presidente da Câmara Municipal de Pombal apelou à intervenção do Governo para que haja um compromisso com a Segurança Social para a celebração de um acordo, com vista à “cooperação que garanta a manutenção do projeto P.A.R.A.”.

Diogo Mateus falava na sessão de abertura do Seminário Construir Pontes Para o Autismo – que decorreu no âmbito da III Semana da Saúde de Pombal – e perante a presença da Secretária de Estado para a Inclusão de Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes.

O projeto P.A.R.A. – Projeto de Apoio e Recursos para o Autismo surgiu como o projeto vencedor da edição 2019 do Orçamento Participativo de Pombal, e adota uma metodologia de intervenção baseada na análise comportamental aplicada, campo que estuda o comportamento humano e as variáveis do ambiente que o influenciam.

Para Diogo Mateus, “este é talvez um caso único no nosso País, em que uma autarquia promove uma resposta social complexa, destinada ao acompanhamento de crianças diagnosticadas com perturbação do espetro do autismo, iniciando a sua ação em crianças do pré-escolar”, sendo um projeto financiado a 100% pelo orçamento municipal.

Da parte da Secretária de Estado, a resposta veio em forma de reconhecimento do carácter inovador daquele projeto, tendo Ana Sofia Antunes enaltecido o facto de este ter surgido do Orçamento Participativo, e da vontade da população, o que para a governante “evidencia uma comunidade sensibilizada, motivada e com vontade de saber mais e de apoiar esta causa”.

“Deixo aqui o meu compromisso de desenvolver os maiores esforços para conseguirmos uma forma de enquadrar esta reposta com um carácter mais permanente, seja através do reconhecimento do carácter atípico desta resposta, ou enquadrando-a como um projeto de carácter inovador”, concluiu a Secretária de Estado.

Não obstante a necessidade de intervenção por parte da Segurança Social, evocada pelo Presidente da Câmara, o projeto P.A.R.A. tem assegurado até final do ano o financiamento necessário para o normal funcionamento. Garantia dada por Diogo Mateus, que anunciou que “o Município assumirá até ao final do ano a responsabilidade de garantir o funcionamento do projeto P.A.R.A., tendo inscrito nos documentos previsionais deste ano a verba necessária para que isto acontecesse”, frisou.

No balanço deste primeiro ano do projeto-piloto, e com uma intervenção e acompanhamento próximo de nove crianças, a taxa de satisfação dos pais é de 100%. Ao todo, a equipa do projeto, constituída por uma psicóloga, uma terapeuta da fala e uma educadora de infância, desenvolveu cerca de 2600 horas de intervenção, tendo alcançado 365 dos 456 objetivos a que se propôs, o que representa uma taxa de sucesso de 78%.

Para o próximo ano letivo, o número de crianças acompanhadas passará a ser 15, daí a necessidade de se chegar a um acordo para a garantia do financiamento necessário para dar continuidade ao projeto.



A sua opinião conta!

Envie as suas sugestões, reclamações, ideias, projetos. Entraremos em contacto consigo o mais rápido possível.

Enviar
X