Acesso Rápido

2º MANOBRAS – FESTIVAL INTERNACIONAL DE MARIONETAS E FORMAS ANIMADAS REGRESSA A POMBAL

2º MANOBRAS – FESTIVAL INTERNACIONAL DE MARIONETAS E FORMAS ANIMADAS REGRESSA A POMBAL

O município de Pombal – associado da Artemrede desde 2017 – acolhe pelo segundo ano consecutivo o Manobras – Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas. O festival decorre de 14 de setembro a 31 de outubro em Pombal e, simultaneamente, em 10 outros municípios associados da Artemrede: Abrantes, Alcanena, Alcobaça, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Santarém, Sobral de Monte Agraço e Tomar.

A programação do manobras reserva para Pombal dez espetáculos, três oficinas e uma instalação artítica, e desenvolver-se-á por vários locais da cidades, como o Teatro-Cine, o Castelo de Pombal, o Jardim do Cardal e o Mercado Municipal.

Este ano, o encerramento da segunda edição do Manobras será promovido em Pombal, com a realização da festa de encerramento, que acontecerá a 31 de outubro, no Teatro-Cine, numa encenação da companhia Radar 360º, e que contará no elenco com a participação de espetactores pombalenes.

Uma das novidades da programação deste ano resulta do envolvimento do grupo de Visionários de Pombal, um grupo consituído por espectadores que nasceu no âmbito da iniciativa Visionários, promovida pela Artemrede. O grupo, composto por 14 elementos, foi responsável pela seleção de 4 dos 10 espetáculos das edição deste ano do Manobras.

Entre o final de 2017 e abril de 2018 um grupo de espectadores sem relação profissional com o setor cultural participou em reuniões coordenadas pelo Município de Pombal. Ali assistiram a vídeos de espetáculos, debateram os seus conteúdos e, juntamente com outros Visionários, escolheram propostas que, posteriormente, o município acabou por integrar na programação do festival. A seleção dos títulos desta edição do Manobras foi, assim, um processo partilhado entre cidadãos e programadores, numa clara aposta do município de aproximação à comunidade.

A segunda edição do festival conta com o financiamento do programa Centro 2020.

 

PROGRAMAÇÃO

MUITA TRALHA POUCA TRALHA

Catarina Requeijo / Formiga Atómica – Portugal

Mercado Municipal

Sábado, 15 de setembro | 10H30

M/3 | Entrada livre

Escolher não é tarefa fácil. Escolher o que se leva em viagem também não. Há sempre alguma coisa que nos pode fazer falta… Quem nunca teve vontade de levar a casa toda? Pouco habituado a viajar, o casal Odete e Alfredo decide ir ver a sua sobrinha Manela participar numa corrida de automóveis. Mas antes da viagem é preciso preparar a bagagem. É aqui que os problemas começam. Levam o quê? Pouca tralha? Muita tralha? Apenas o essencial? Estas decisões difíceis podem complicar o início da viagem. Só o início?… É o que vamos ver.

AREIAS

Imaginar do Gigante – Portugal

Teatro-Cine

Domingo, 16 de setembro | 16H00

M/3 | Entrada livre

A menina bordava os nomes dos camelos debaixo das montanhas, onde o ouro se dilatava em fios de água coloridos. Delicadamente, extraía das areias um tesouro submerso que os seus antepassados guardaram. Alquimista, destilava na abóbada celeste cores que navegavam o espaço em liberdade. E pouco a pouco, os seus olhos abraçavam de cor todo o mar de areias. Um teatro visual, poético e contemplativo, sobre as cores que unem a Terra.

EU É QUE CONTO

Fértil Associação Cultural – Portugal

Cine-Teatro

Sábado, 20 de setembro | 11H00

M/6 | Entrada livre

Uma senhora que coleciona livros sabe-se lá onde, vem para contar uma história. Mas como é muito distraída chega atrasada, acaba por tropeçar em tudo e, sem querer, entra numa outra dimensão, a da imaginação. Confusa e com outros personagens a invadi-la constrói uma história diferente, divertida e cheia de criatividade. Baseado nos contos dos irmãos Grimm e em histórias tradicionais portuguesas, Eu é que Conto proporciona um momento de teatro surpreendente.

LOBO MAU

Red Cloud Teatro de Marionetas – Portugal

Teatro-Cine

Domingo, 16 de outubro | 11H00

M/3 | Entrada livre

Espetáculo: Cada Ovelha tem um Lobo. Cada Lobo tem 1002 Ovelhas… E se uma Ovelha tiver 1002 Lobos? E se cada Lobo tiver uma Ovelha? É a mesma coisa? Quantos Lobos tem um Homem? Imagens que às vezes flutuam, voam, ficam a pairar e caem. Entre o absurdo e o surreal, espelhando o insólito de lupa na mão…

OFICINA – LOBO MAU

Teatro-Cine

Sábado, 27 de outubro 2018 | 15H00

Dos 6 aos 12 anos | Entrada livre mediante inscrição teatro@cm-pombal.pt

M/3

Oficina: introdução ao cinema de animação a partir da exibição de alguns excertos de curtas-metragens. Os participantes são introduzidos à teoria e às técnicas do cinema de animação, criando posteriormente uma pequena animação.

CHAMBRE D’ENFRANTS, ESCULTURA DE LUZ SOBRE MÚSICA DE FRANCIS DHOMONT

Ana Mandillo – Portugal

Teatro-Cine (Galeria 1)

De 1 a 7 de outubro | das 14H00 às 00H00

Chambre d’Enfants é uma instalação artística com luz e música que nos convida a uma viagem ao universo fantasmagórico de um quarto de criança enquanto, no escuro, o sono tarda a chegar. Nesta viagem, Ana Mandillo ressalva a importância de acordar e sublimar os medos inconscientes pela tomada de consciência dos fantasmas que em nós habitam adormecidos.

OFICINA – CHAMBRE D’ENFRANTS, ESCULTURA DE LUZ SOBRE MÚSICA DE FRANCIS DHOMONT

Terça 2 de outubro | 10H00

Teatro-Cine

Dos 08 aos 12 anos | Entrada livre

Público em geral

A oficina centra-se na criação de um pequeno espetáculo de sombras, onde os participantes são convidados a refletir sobre os seus sonhos e medos. Baseada no imaginário sonoro e visual da instalação, exposta no Teatro-Cine

DANS L’ATELIER / NO ATELIÊ

Tof Théâtre – Bélgica

Teatro-Cine e Castelo de Pombal

Domingo, 7 de outubro | 15H30 (espetáculo), 16H30 (espetáculo), 17H00 (oficina)

Uma performance curta e tresloucada sobre os percalços de uma marioneta em construção, que decide finalizar o trabalho por si própria… Dezoito minutos durante os quais a personagem luta com elementos, materiais, objetos e, por vezes, contra os próprios manipuladores, sem hesitar em tiranizá-los.

GUERRAS DO ALECRIM E MANGERONA

Músicos do Tejo / S.A. Marionetas – Portugal

Teatro-Cine

Domingo, 14 de outubro | 16H00

M/6 | Preço: €10 | Mais informações teatro@cm-pombal.pt

Guerras do Alecrim e Mangerona, de António José da Silva, foi representada pela primeira vez no Teatro do Bairro Alto em 1737, com música de António Teixeira e com recurso a marionetas. Obra central do dramaturgo português conhecido como “O Judeu”, as Guerras do Alecrim e Mangerona são herdeiras de uma tradição do teatro Ibérico, que tinha, nessa época, muita presença nos pátios de comédia de Lisboa. Três séculos depois, o festival Cistermúsica e a Artemrede coproduzem e apresentam uma nova versão desta ópera, que reúne os Músicos do Tejo e a companhia SA Marionetas.

4 MÃOS

António Jorge Gonçalves e Filipe Raposo – Portugal

Teatro-Cine

Quarta, 24 de outubro | 11H00

Num diálogo íntimo entre o desenho digital em tempo real e o piano constrói-se um tipo de gramática que engloba tempo, estrutura, textura, abstração, evocação e emoção. O objetivo é tornar essa relação clara para todos. Seguindo uma estrutura básica previamente estabelecida, 4 Mãos apresenta o diálogo entre dois artistas num ambiente de improvisação e espontaneidade. Cada performance é um ato único de cumplicidade.

ENTREMUNDOS

PIA – Projetos de Intervenção Artística – Portugal

Jardim do Cardal

Quarta, 31 de outubro | 21H30

M/3 | Entrada livre

Numa dimensão entre vivos e mortos, num espaço entre o purgatório e o limbo, onde se inicia uma viagem por um universo imaginário inspirado na Morte, EntreMundos é a mais recente criação da Companhia PIA, uma performance deambulante envolvendo Marionetas de grande dimensão que, cruzando técnicas de construção e de manipulação, convida a redescobrir e relembrar as perspetivas, formas e dimensões da visão de uma criança.

FESTA DE ENCERRAMENTO – FESTOPIA

Radar 360º

Com a participação da Comunidade de Pombal – Portugal

Café Concerto

Quarta, 31 de outubro | 21H30

M/16

Festopia é uma utopia encarnada numa Festa! É a materialização de um encontro entre mundos que não existem, entre pessoas que os sonham e entre imaginários que se constroem na recusa permanente da impossibilidade…

A noite de 31 de outubro surge como uma data alusiva a um imaginário insólito e até mesmo grotesco. Haverá lugar para os temas musicais mais agitados do mundo dos mortos e para uma playlist capaz de agradar a anjos e demónios.

Depois de terem inaugurado o Manobras em 2017 com o espetáculo Transportadores, a companhia Radar 360o regressa para encerrar o festival com uma utopia dançante no Café Concerto do Teatro-Cine de Pombal; um espetáculo em tom Festa com F maiúsculo que conta com a participação da comunidade de Pombal.

 



X