Acesso Rápido

Município “abre” escolas do 1ºCiclo às instituições – protocolos para utilização de escolas desativadas assinado com 16 instituições

assinatura do contratos de cedencia de escolas desativadas para sede de associacoes

Município “abre” escolas do 1ºCiclo às instituições – protocolos para utilização de escolas desativadas assinado com 16 instituições

 

O Presidente da Câmara de Pombal assinou na segunda feira, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, 16 protocolos com os responsáveis por instituições que vão poder utilizar escolas do 1ºCiclo que se encontravam desativadas.

“Fazemo-lo hoje com instituições ligadas à cultura, ao associativismo juvenil, ao Ensino Superior, a duas Uniões de Freguesias, à columbofilia, a uma associação de moradores, ao teatro, folclore, fados e a associações desportivas”, explicou Diogo Mateus, assumindo que “esta utilização do Património Público só pode ser bem recebida por todos”.

Para o presidente da Câmara “é importante a celebração destes protocolos, pois para além do uso que se dá a este património, sabemos que a sua preservação, manutenção e a sua utilização quotidiana vão ser fatores importantes para o Município que tem obrigação de o defender, mas também correspondem a expectativas de cada uma das instituições”.

É também, segundo Diogo Mateus “uma forma de reduzirmos as nossas despesas”. “Ao utilizarmos património edificado – mesmo que tenhamos de o manter e arranjar – não estamos a fazer coisas novas, mas a utilizar o património que já existia, que está próximo de localidades, que é conhecido e que foi utilizado por muitos enquanto alunos”, afirmou.

Nos últimos três anos e meio 32 instituições assinaram protocolos com o Município e instalaram as suas sedes e atividades em escolas do 1º Ciclo que se encontravam desativadas, ou seja, “duplicámos neste mandato as associações que utilizam este património público”, salientou o Presidente.

Atualmente existem 67 escolas ocupadas por instituições em todo o concelho. A maioria delas sofreu intervenções de requalificação que ascendem aos 520 mil euros. São os casos do pavilhão da Feteira (Ilha), Aldeia dos Redondos (Pombal), Água Formosa (Ilha), Abiul, Ereiras (Redinha), Reguengo (Almagreira), Antões (Louriçal), Ilha de baixo, Mendes (Pombal), Vale (Vila Cã), S. João da Ribeira (Almagreira) e Carnide de Cima (Carnide).

As escolas da Ponte da Assamaça e Almagreira entrarão em breve em obras.

Associações que assinaram hoje protocolos com o Município:

– Comissão de Moradores do Lugar da Portela

– TAS – Textos Alinhavados Associação Juvenil das Artes do Espetáculo

– Centro de Cultura e Desporto – Escola de Judo de Pombal

– Associação Cultural e Recreativa do Jagardo

– Associação de Caçadores da Pelariga

– União 21 – Associação Juvenil

– TAP – Adenda ao Protocolo

– Grupo de Fados Amador de Pombal

– Associação Desportiva, Cultural e Recreativa de Caxaria

– Associação Recreativa e Cultural – Rancho Folclórico “As Camponesas” de Mata Mourisca

– União de Freguesias da Guia, Ilha e Mata Mourisca

– ARCUPS – Associação Recreativa, Cultural e Promoção Social

– ADEPES – Associação de Estudantes Pombalenses do Ensino Superior

– Associação Recreativa e Cultural de Pousadas Vedras

– Clube Columbófilo de Meirinhas

– Associação Rancho Infantil “Pedrinhas da Sicó”

– União de Freguesias de Santiago, S. Simão de Litém e Albergaria dos Doze



A sua opinião conta!

Envie as suas sugestões, reclamações, ideias, projetos. Entraremos em contacto consigo o mais rápido possível.

Enviar
X