Acesso Rápido

Município investe mais de 2,8 M€ no tratamento de águas residuais do Carriço

Município investe mais de 2,8 M€ no tratamento de águas residuais do Carriço

 

O Executivo municipal aprovou por unanimidade a abertura de um concurso público destinado à construção de Redes e Estação Elevatória de Alhais, Silveirinha Grande, Silveirinha Pequena, Vieirinhos e Claras localidades da freguesia do Carriço.

Esta obra que representa um investimento municipal de 2,8 milhões de euros + Iva e que terá um prazo de execução de 540 dias, irá beneficiar cerca de 3 mil habitantes.

Estas estruturas irão permitir encaminhar as águas residuais dos lugares de Alhais, Silveirinha Grande e Silveirinha Pequena, Vieirinhos e Claras para a Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da Figueira da Foz.

A construção de uma estação elevatória é, para o presidente da Câmara, Diogo Mateus, “ambientalmente mais segura” e “mais equilibrada do ponto de vista do investimento público municipal e dos custos de funcionamento e exploração”.

Importa ainda referir que é nesta área da freguesia do Carriço que se localiza a principal reserva de água que abastece o concelho – o aquífero da Mata do Urso.

No decurso dos trabalhos serão construídos cerca de 1200 ramais, concluindo-se assim a rede de saneamento doméstico da freguesia do Carriço.

Para que o tratamento de águas residuais seja feito na ETAR da Figueira da Foz irá ser estabelecido um acordo de cooperação entre aquele Município e Pombal.

Esse acordo prevê ainda o abastecimento de água – a partir do aquífero da Mata do Urso (concelho de Pombal) – às habitações de Matas e zonas envolventes e que pertencem ao concelho da Figueira da Foz.



A sua opinião conta!

Envie as suas sugestões, reclamações, ideias, projetos. Entraremos em contacto consigo o mais rápido possível.

Enviar
X