Acesso Rápido

Artesãos da Galiza reforçam Feira Nacional de Artesanato e Tasquinhas de Pombal

Artesãos da Galiza reforçam Feira Nacional de Artesanato e Tasquinhas de Pombal

Pela primeira vez, a Feira Nacional de Artesanato e Tasquinhas de Pombal vai contar com a presença de uma delegação de artesãos da Galiza, Espanha, que durante três dias vão mostrar no Expocentro o artesanato típico daquela comunidade espanhola.

Esta é a grande novidade do certame deste ano – que vai já na sua 23ª edição -, e que conta ainda com um reforço na animação cultural, cujo principal objetivo continua a ser o de inovar e corresponder às expetativas do público, cada vez mais diversificado, que nos visita durante estes dias. Ao nível da comunicação existe também um reforço na divulgação, nomeadamente com a inserção de spots na televisão, medida que tem como objetivo aumentar o número de visitantes, não só da Feira de Artesanato e Tasquinhas, mas também de Pombal no seu todo.

Este ano a Feira contará com a presença de cerca 170 expositores representando todas as regiões do país e terá ainda Tasquinhas, estas últimas sob a responsabilidade de 15 Associações e Coletividades do concelho.

A inauguração da Feira Nacional de Artesanato e Tasquinhas de Pombal está marcada para as 17.30 horas de sexta feira e contará com a presença do Dr. Carlos Miguel, Secretário de Estado das Autarquias Locais.

Neste dia será apresentado o Cancioneiro Folclórico do Concelho, uma cerimónia que será animada por alguns dos Ranchos que colaboraram na realização do Cancioneiro. No dia seguinte, sábado à noite, teremos um concerto de música tradicional e, no domingo, os acordeonistas de Pombal irão encerrar o certame.

Este ano, mantêm-se ainda os habituais ateliers infantis, que fazem as delicias dos mais novos.

“Contamos, ainda, com a animação de grupos do concelho (Ranchos Folclóricos, Grupo “Ai que sede” e Acordeonistas de Pombal) e considerámos pertinente apresentar um pouco da oferta cultural  do nosso país, pelo que optámos por integrar na programação 3 grupos de diferentes regiões”, explica a vereadora com o Pelouro da Cultura, Ana Gonçalves.

Os grupos: O Grupo 7 Saias é um grupo marcadamente popular. tal como o nome indica, é constituído por 7 mulheres, que tocam 7 instrumentos e possuem 7 magníficas vozes. O Grupo reaviva a os sons da música portuguesa e interpreta as nossas raízes musicais de forma colorida, alegre e despretensiosa, pela sua sonoridade e mistura de instrumentos diversos, mas que se completam de uma forma única.

Os Caretos de Podence, o careto é uma personagem mascarada tradicional do carnaval de Trás-os-Montes e Alto Douro.

As Adufeiras de Idanha-a-Nova são um grupo de raízes populares, que têm por objectivo preservar e divulgar o riquíssimo património tradicional da aldeia histórica de Idanha-a-Nova, através dos seus trajes, cantares e tocares do típico Adufe.

“Acreditamos que estão reunidas as condições para, mais uma vez, conseguirmos agradar a todos os públicos e gostos, congregando neste fim-de-semana uma mostra de excelência da música e da cultura tradicional portuguesa”, assume Ana Gonçalves.



A sua opinião conta!

Envie as suas sugestões, reclamações, ideias, projetos. Entraremos em contacto consigo o mais rápido possível.

Enviar
X